Frei Paulo César vence a Covid e se emociona no altar da Penha

Se no dia anterior, a Fraternidade do Convento da Penha sepultava um confrade seu, nesta sexta-feira (9/4) foi dia de alegria, gratidão, emoção e celebração no Morro da Penha. Frei Paulo Cesar Ferreira da Silva venceu a Covid-19 e está de volta à casa de sua Mãe da Penha para emprestar sua bela voz aos hinos marianos.

Frei Paulo recebeu alta médica hoje à tarde, depois de ficar internado desde dia 2 de abril. Ao entrar pela primeira vez na capela do Convento, onde está a imagem de Nossa Senhora da Penha, Frei Paulo rezou e se emocionou, como não podia ser diferente. “Estou bastante emocionado por estar aqui na Penha e quero só agradecer de coração pelas orações. Estou muito feliz também por estar retornando”, disse, ainda com a voz rouca.

“A gente tira boas lições desta enfermidade. Vejo como um momento de graça para a gente refletir e volto com a maior disposição e gratidão a Deus por ter preservado a minha vida. Certamente, Ele quer que eu faça mais. Dizia o Pai Francisco, ainda fiz muito pouco”, acrescentou.

“Então, agradeço a Deus pela minha recuperação. Vamos continuar rezando pelo Frei Paulo Roberto (o guardião do Convento) e que possamos corresponder com alegria, gratidão e disponibilidade o que Deus preparou para nós na missão que coloca sobre os meus cuidados e dos confrades. Agradeço de coração pelas orações. Estou muito feliz por estar de volta. Viva Nossa Senhora das Alegrias, a Senhora da Penha!”, festejou. O quadro do guardião, segundo Frei Pedro Oliveira, continua estável.

Tímido, de poucas palavras, o mineiro de Caxambu, no Sul de Minas Gerais, é dono de uma das vozes mais belas da Província. A beleza de sua voz já se destacava quando ingressou (1976) no Postulantado de Guaratinguetá. Frei Paulo herdou da mãe o dom de cantar. Teve bons mestres de canto, como Frei Leto Bienias e Frei José Luiz Prim, do Coral Meninos Cantores de Petrópolis (Canarinhos). Participou da gravação de CDs de canto litúrgico, entre eles, do CD Um Canto Novo – Volume I, com Frei Fabreti; do CD da Missa de Frei Galvão, junto com um grupo de frades; e do CD Hinos e Cantos a Nossa Senhora da Penha, gravado pelo Coral Palestrina, da regente Irmã Custódia Cardoso.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Facebook