Feliz Páscoa!

Cristo é nossa esperança também em tempos de pandemia

O acontecimento maior da nossa fé tem seu eixo na liturgia da Semana Santa, ocasião em que os cristãos meditam e entram em cheio na paixão, morte e ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo, manifestada no despojamento e aniquilamento do Servo de Javé, rei humilde e obediente (cf. Is 52, 13-53), até a morte e morte na cruz.

O nosso Deus é essencialmente bom e terno, passa da morte à vida, afirmando-nos que a tristeza e o desânimo são coisas do passado. A esperança e o otimismo, mesmo no momento atual vivido por toda a humanidade, ameaçada por uma doença invisível e insidiosa, que há algum tempo entrou com prepotência na vida de todos nós, quer contagiar nossa existência, na certeza de que Jesus venceu a morte e quis se estabelecer para sempre no meio da sua gente querida. “Por que estais procurando entre os mortos aquele que está vivo? Ele não está aqui. Ressuscitou!” (Lc 24, 5-6).

Páscoa é a vitória da vida sobre a morte, trazendo a esperança e a grande oportunidade para a criatura humana assumir uma vida nova, uma vida diferente. Entendemos que “memória”, “presença” e “profecia” são um trinômio que só se compreende a partir da Páscoa, tendo o Senhor ressuscitado como o centro, como aquele que nos encoraja e enche de esperança. “Quem perde seus bens, perde muito; quem perde um amigo, perde mais; mas quem perde a coragem, perde tudo” (Miguel de Cervantes).

A Páscoa deve ser um processo que se realiza e que acontece, através do compromisso ético, na ação pastoral, no trabalho, no convívio social e nas mais diferenciadas atividades das pessoas que têm fé e que acreditam no futuro da humanidade e que “o Cristo, Nossa Páscoa”, com toda sua força, renova e deixa repleta de graça a face da terra.

Na celebração da Páscoa do Senhor de 2021 vemos brilhar, com esplendor, a luz de Cristo ressuscitado na devoção e cuidado que os profissionais da saúde e outros agentes mostram na linha de frente, buscando ajudar os enfermos. Vemos brilhar a bondade mostrada entre os vizinhos e em atos gentis e simples de compaixão de inúmeros “bons samaritanos”.

Em nome dos freis dos freis do Santuário, desejo uma feliz e abençoada páscoa aos nossos paroquianos, benfeitores, funcionários, amigos e amigas de São Francisco de Assis. Levem a alegria da Páscoa para seus parentes e amigos! Sejamos todos, testemunhas do Ressuscitado! Enchamos nosso coração de esperança!

Frei Djalmo Fuck – Pároco

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Facebook