A vela virtual tem o mesmo valor que uma vela de verdade?

Paz e Bem!

É um costume católico acender velas por diversas intenções, de modo especial nas segundas-feiras quando recordamos os irmãos falecidos. Geralmente diante de imagens ou estátuas em uma igreja, ou em casa, preparamos um ambiente, ainda que simples, acendemos velas e rezamos.

Com o isolamento social, ficamos privados de acender velas em locais destinados a essa devoção nos Santuários e Igrejas. Uma vez que a pandemia impossibilitou essa tradição, foi preciso repensar maneiras de promover a oração “iluminada” pelas velas. A vela votiva (de verdade) faz parte da rotina de fé do católico.

Além de serem usadas para iluminar os lugares onde os primeiros cristãos celebravam a Missa, as velas também iluminavam os túmulos dos mártires e santos. Na antiguidade, elas eram colocadas em castiçais nas residências, já que não havia energia elétrica.

Com o advento de tanta tecnologia, surgiram então as “velas virtuais”. Pela internet, alguns sites, de santuários e templos religiosos católicos, oferecem a opção para visitante acender uma vela virtual para render graças ou fazer algum pedido. Desde o mês de junho do ano passado, quando reformulamos o layout do site do Convento e modelamos um novo visual, apresentamos também novas funcionalidades, entre elas a possibilidade do acendimento de uma vela virtual.

Mas e a vela virtual? Será que ela tem o mesmo valor da vela tradicional?

Primeiramente, é importante refletir sobre o significado da vela em nossa vida de fé, principalmente para a nossa oração. A vela acesa nos leva a meditar Cristo como a luz de nossa vida. Ele é a luz que, vindo ao mundo, ilumina a todo ser humano. Deus é Luz. A vela também nos recorda nosso pertencimento a Jesus Cristo através do batismo. No dia do nosso batismo, o padrinho nos apresentou a vela acesa no Círio Pascal e nos disse: “Receba a luz de Cristo”. Assim, a vela nos recorda que Cristo é luz em nós e precisamos ser a luz de Deus, que ilumina este mundo: “Vós sois a luz do mundo!”

A vela também traz a bonita dimensão da vida que, por amor, se consome. Para que a vela possa iluminar, essa precisa gastar-se. Assim também é a vida do cristão, mostra nossa finitude.

Portanto, a vela, muito mais do que olhar sua materialidade, tem a função de nos ajudar a recordar nosso compromisso batismal e também nos ajuda a celebrar Deus como luz que ilumina e recria toda a vida. Por isso, tanto a vela que acendemos no altar da Igreja, em nossa casa, como a vela virtual, de páginas oracionais na internet (sites oficiais, como o site do Convento da Penha), tem sim o mesmo valor para a oração pessoal.

Acender a vela será sempre uma atitude de fé, independente, de ser vela física (tradicional) ou a vela virtual, já que sabemos que a ação de Deus em nossa vida acontece pela fé que temos Nele, e é pela fé que deixamos seu amor agir em nós.

Já que entendemos a importância de acender uma vela, ainda que seja online, acenda agora mesmo a sua VELA VIRTUAL clicando aqui.

Com informações do portal a12.com (adaptado por Cristian Oliveira/Convento da Penha).

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Facebook