3º Domingo do Advento: testemunhar a luz

Paz e Bem!

Neste 3º Domingo do Advento, celebramos a alegria da espera da vinda do Salvador que está muito próxima, é o Domingo da Alegria, porque mais e mais vamos chegando ao Natal do Senhor. Deus nos ama muito, nos ama com amor de Mãe. Deus nos ama tanto que se fez um de nós, assumiu nossa humanidade para que pudéssemos ser como Ele.

Na Primeira Leitura, o profeta Isaías (Is 61,1-2a.10-11) nos lembra que o motivo da nossa esperança e da nossa preparação está vindo, por isso, precisamos manter nossa confiança no Espírito de Deus que está em nós, sobre nós. O “Senhor Deus fará germinar a justiça e a sua glória diante de todas as nações.”

Já na Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses (1Ts 5,16-24), o apóstolo faz orientações de como ficar preparado para a vinda do Senhor. Que o próprio Deus da paz vos santifique totalmente, e que tudo aquilo que sois — espírito, alma, corpo — seja conservado sem mancha alguma para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo!

Já a narração do Evangelho (João 1,6-8.19-28), destaca a figura de João Batista. “Surgiu um homem enviado por Deus; seu nome era João. Ele veio como testemunha, para dar testemunho da luz, para que todos chegassem à fé por meio dele. Ele não era a luz, mas veio para dar testemunho da luz”. O próprio João afirma que ele não é o Messias, mas ele é testemunha, é aquele que veio para preparar os caminhos do Senhor.

João Batista sabe quem ele é e quem ele não é. Ele é uma voz que clama no deserto. Sabe de sua “insignificância”, se reconhece como o precursor e não como salvador. “É necessário que na nossa vida, também sejamos testemunhas da luz, como João Batista”.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Facebook