Corpus Christi: “Todos juntos comemos o Corpo Divino e bebemos o sangue de Deus”

Paz e Bem!

As Igrejas do mundo todo, param nesta quinta (16-06), para celebrar o Corpo e Sangue de Jesus. Sendo essa uma Solenidade de suma importância para a Igreja Católica, todas as comunidades da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, se reuniram, enchendo o grandioso Santuário do Divino Espírito Santo, para numa só unidade celebrar a Liturgia do dia.

A Santa Missa foi presidida pelo Pároco Frei Vanderlei Neves e concelebrada pelos freis: Clarêncio, Clemente e Adriano. Como sacerdotes, os freis da Paróquia são o canal da graça de Deus, que no mistério litúrgico, fazem do pão seu Corpo e do vinho seu Sangue.

Como demonstração do seu serviço e vocação, as leituras e preces foram proclamadas pelos Ministros Extraordinários da Sagrada Eucaristia. Todos os ministros da Paróquia se fizeram presentes, mostrando e revelando, qual a sua missão! A eles a gratidão, por serem guardiães e levar a todos o pão da Palavra e da Vida!

A homilia ficou a encargo de Frei Clarêncio Neotti, o mais longevo frade da casa, que de forma breve, porém reverente e concisa, assim refletiu:

“Todos devemos no mesmo mistério prometido e deixado por Jesus na última ceia. Todos juntos comemos o Corpo Divino e bebemos o sangue de Deus. Ao fazer isso saímos de servidores, comensais da mesa, para nos sentarmos à ela. Obrigado Senhor Jesus por nos fazer um só corpo contigo. Não sou eu que vivo, mas é Cristo que vive em mim, nos diz São Paulo: ‘Já não é o Cristo que está comigo, mas sou eu que estou com ele. Que todos os animais, as plantas, as pedras, te adorem conosco, e te reconheçam como Deus agora e sempre em mim’!”

Como é tradição ao fim da Santa Missa, teve início a profissão com o Santíssimo, pelas ruas de Vila Velha. Saindo do Santuário, o Cristo Eucarístico, fora carregado com dignidade, reverência e adoração, em direção a Igreja mãe, a Matriz Nossa Senhora do Rosário, na Prainha. Seguindo o Cristo, que caminhava no meio do seu povo, seguiam os freis, os ministros, cerimoniários, coroinhas e uma multidão de fies, que de longe ou perto, sentiam presentes na Eucaristia, a presença do Deus vivo.

Se achegando ao destino, como é costume diversos tapetes foram confeccionados, para que o Cristo Eucarístico pudesse passar por eles. A fé e a arte, se fazem representação de um Deus que se encarna no seio do povo! Os tapetes foram confeccionados pelas pastorais, movimentos e colégios da Paróquia do Rosário.

A criatividade, a diversidade de desenhos e materiais, era visível em cada centímetro de tapete, mas acima de tudo, se via o reflexo da fé e o empenho das pessoas, que se doaram para tal. Jovens, crianças, adultos, idosos, homens e mulheres, tal como a Eucaristia é unidade e partilha assim foram as pessoas que confeccionaram este tapete.

A procissão encerrou com um momento de adoração, seguida pela benção do Santíssimo Sacramento. Com toda a certeza, o povo canela verde, muito mais que os olhos carnais, percebeu e presenciou Jesus, através dos olhos espirituais.

“[…] pasme o homem inteiro, estremeça todo o mundo e exulte o céu quando, sobre o altar, na mão do sacerdote, está Cristo, Filho do Deus vivo!” (Francisco de Assis)

Confira as fotos!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Facebook