Frei Fidêncio volta ao serviço de Ministro Provincial

São Paulo (SP) – Ministro Provincial por nove anos, Frei Fidêncio Vanboemmel, está de volta a este serviço da Província da Imaculada Conceição do Brasil. Ele foi escolhido por unanimidade durante a reunião, nesta quarta-feira (4/8), memória de São João Maria Vianney e Dia do Padre, do Definitório Provincial com o Vigário Provincial Frei Gustavo Medella e o Definidor e Visitador Geral Frei César Külkamp. Junto com Frei Gustavo, ele estará à frente do serviço de animar a vida e missão da Fraternidade Provincial, pelo período necessário para completar o triênio 2019-2021, quando será celebrado o próximo Capítulo ordinário, em novembro.

A escolha do novo Governo foi necessária devido à eleição do então Ministro Provincial, Frei César Külkamp, para o serviço de Definidor Geral para a América Latina, no último dia 15 de julho, durante o Capítulo Geral em Roma.  Na mesma reunião, na Sede Provincial em São Paulo, foi realizada a celebração de posse de Frei Fidêncio como Ministro Provincial. Este momento simples e histórico para a Província terminou com  a bênção de Frei Fidêncio a todos os frades.

Frei Fidêncio recebe o carimbo da Província, usado para selar documentos e cartas oficiais.

Catarinense, natural da cidade de Santo Amaro da Imperatriz, onde nasceu no dia 25 de março de 1953, Frei Fidêncio tem 68 anos e há 46 anos ingressou na Ordem Franciscana, quando vestiu o hábito de São Francisco de Assis no dia 20 de janeiro de 1974. Professou solenemente na Ordem dos Frades Menores no dia 2 de agosto de 1978 e foi ordenado presbítero no dia 14 de dezembro de 1979. “Sou filho de agricultores, voltados para o árduo trabalho. Dos pais aprendi a disciplina, o rigor, a ternura e a fé. Depois, a minha vida foi se moldando dentro da Província, como seminarista e frade. Ao me formar dentro da Província, também adquiri o seu rosto, principalmente a formação que recebi dos meus mestres e irmãos”, define-se.

Durante 23 anos, Frei Fidêncio trabalhou na formação franciscana até ser eleito Ministro Provincial no Capítulo Provincial de 2009. “Ao terminar a teologia em Petrópolis eu era candidato a trabalhar numa casa de formação da Província. Na época conversei com o Ministro Provincial, Frei Basílio Prim, suplicando para fazer uma experiência pastoral para ajudar a vencer a timidez. Fui então transferido para a Paróquia de Campos do Jordão, no início de 1981 e lá permaneci até 1985. Depois, a partir de 1986, começou minha trajetória como formador: meio ano em Lages, 1 ano e meio em Petrópolis, 2 anos de estudos em Roma em vista da formação, 7 anos em Rondinha, 3 anos em Guaratinguetá e 9 anos mestre em Rodeio”.

Frei Fidêncio Vanboemmel (pronuncia-se Fanbemel) foi eleito Ministro Provincial, para um mandato de seis anos, no Capítulo realizado em novembro de 2009, ano que coincidiu também com a celebração dos 800 anos de fundação da Ordem dos Frades Menores. Terminado este mandato, para sua surpresa, foi reeleito para mais três anos no Capítulo de 2016. No último triênio, residindo no Convento São Francisco, onde assumiu as funções de Vigário da Fraternidade e Vigário Paroquial, não deixou de servir à Província como moderador da Formação Permanente.

Numa entrevista antes do Capítulo de 2016, ao fazer uma prestação de contas de seu governo, deu um parecer do serviço de Ministro Provincial: “Creio firmemente que este serviço à Província seria impossível sem a confiança na Graça de Deus. Os muitos questionamentos que a gente se fez, não diferentes dos questionamentos de Maria Santíssima (Como pode? Como vai ser? Como, se eu não conheço? Etc.), principalmente os que me surpreendiam neste ‘encargo de lavar os pés’, se tivesse de respondê-los somente a partir da minha fragilidade humana, as respostas seriam uma desgraça para a Fraternidade Provincial. Portanto, como outrora para Maria, hoje também para o Ministro: sem a graça de Deus, impossível!”

Da esq. para dir.: Os definidores provinciais Frei João Francisco, Frei Mário Tagliari, Frei Alexandre Magno, Frei Daniel Dellandrea, Frei Fidêncio (provincial), Frei Gustavo (vigário), Frei João Mannes (definidor), Frei César (definidor geral) e Frei Paulo Pereira (definidor).

Fonte: Franciscanos

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Facebook