Festa da Penha 2020 Igreja pelo Mundo

#RezeEmCasa: confira a programação da Festa da Penha Interativa

Paz e Bem!

Vai ter missa, consagração à Nossa Senhora da Penha, atrações artísticas e muita homenagem à padroeira do Espírito Santo e aos seus devotos: mas é para acompanhar de casa! A Festa da Penha, no ano que completa 450 anos, em meio à pandemia do coronavírus, divulga sua programação virtual interativa para que os fiéis tenham a oportunidade de fazer seus votos à Mãe das Alegrias sem arriscar a vida e a saúde, numa verdadeira prova de amor ao próximo.

O maior evento religioso do Espírito Santo em 2020 e uma das três maiores e mais antigas festas marianas do Brasil será totalmente transmitido por canais na internet, TV e rádios durante os nove dias de evento. “Vamos oferecer o dia inteiro de programação, pedir para que o povo capixaba deixe Nossa Senhora, com suas bênçãos, chegar às suas casas através de nossas redes sociais e toda a imprensa. Freis e padres irão interagir com os fiéis, que poderão pedir orações, falar suas intenções e agradecimentos”, diz o Frei Paulo Pereira, Guardião do Convento.

Também nas redes sociais – canais de Instagram, Facebook e YouTube do Convento da Penha – será transmitido diariamente um programa ao vivo, o Salve Mãe das Alegrias, com entrevistas, orações, cânticos e resgate da memória de edições anteriores da festa. Os devotos terão a oportunidade de mandar suas intenções, fazer perguntas, mandar vídeos e fotos, além de conferir entrevistas.

Durante a semana, serão duas missas diárias. A primeira, à tarde, será veiculada nas redes sociais do Convento. Já a segunda missa, à noite, será realizada em seguida ao Oitavário e transmitida ao vivo no G1 Espírito Santo, site de notícias da TV Gazeta, empresa parceira da edição 2020 da Festa da Penha. Além de garantir a transmissão no seu site, informações em A Gazeta, links na TV e nas rádios da Rede Gazeta.

Um dos pontos altos do evento é a Romaria das Famílias. No sábado (18), a imagem de Nossa Senhora da Penha irá percorrer vários bairros da Grande Vitória, fazendo uma surpresa para os devotos da Santa. Além do apoio da Rede Gazeta e da Unimed, a edição 2020 tem o patrocínio da Cesan, Banestes, Extrabom, Vale e ArcelorMittal.

“A Festa da Penha é uma manifestação popular e do povo capixaba. Em sua edição virtual interativa não será diferente. Preparamos uma programação diária para que todos os capixabas e a imprensa tenham acesso às homenagens. Queremos que, mesmo neste momento de pandemia, os capixabas se sintam homenageados. Afinal, são 450 anos de história de amor com a Santa Mãe das Alegrias”, ressalta frei Paulo.

Outro momento importante da festa será a missa do Padre Reginaldo Manzotti, ao vivo no Instagram, Facebook e YouTube do Convento da Penha, TV Evangelizar, TVE e na Rádio América, que viabilizou a presença da atração católica na homenagem à padroeira capixaba. Será no dia do encerramento da festa, dia 20, ao meio dia, quando, pela primeira vez, será feriado em todo o Espírito Santo em honra à Nossa Senhora.

As atrações culturais, além dos artistas católicos que participarão durante toda a programação, também são garantidas com o Festival Amor e Esperança, que será transmitido pelo Instagram da TV Gazeta e contará com vários artistas capixabas que cantarão principalmente músicas que tragam mensagens positivas ao povo do Espírito Santo.

Imagem Iluminada de Nossa Senhora da Penha

A Festa da Penha também está pelas ruas. Além da Romaria das Famílias, que acontecerá na noite de sábado (18), a mensagem de esperança e a certeza que a Mãe das Alegrias roga por nós será simbolizada este ano mais uma vez pela imagem de Nossa Senhora da Penha Iluminada, que foi acesa na parte central da Praça do Papa, em Vitória, na noite de sábado (4).

São mais de 120 mil microlâmpadas montadas em uma estrutura de ferro, na imagem de mais de 15 metros de altura que simboliza Nossa Senhora com o menino em seus braços. O projeto foi desenvolvido pela XTR Eventos. Ao fundo, se vê o Convento da Penha, onde acontecem as transmissões ao vivo do Oitavário, missas e orações na Festa da Penha Virtual Interativa. A imagem de Nossa Senhora da Penha Iluminada ficará montada no local até o próximo dia 21 de abril.

A tradicional instalação do terço entre as palmeiras do Convento da Penha, porém, foi cancelada por enquanto. O grupo de voluntários que realizada confecção do terço, respeitando a quarentena, não pôde se reunir. Há nova previsão de instalação em outubro, que é o mês do Rosário.

PROGRAMAÇÃO FESTA DA PENHA 450 ANOS

DOMINGO  – 12 de abril
12h00 – Estreia do Programa Salve Mãe das Alegrias, ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
17h00 – Abertura do Oitavário, ao vivo G1/ES e no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
18h00 – Festival Amor e Esperança, com apresentações artísticas ao vivo no Instagram da TV Gazeta

SEGUNDA – 13 de abril
6h00 – Bênção do dia, com Padre Renato, na TV Gazeta
12h00 – Terço Mariano – no Instagram e Facebook do Convento da Penha
13h00 – Programa Salve Mãe das Alegrias, ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
15h00 – Missa ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha, seguida de atração artística católica
19h30 – Segundo dia do Oitavário – Missa, ao vivo no G1/ES e no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
20h30 – Festival Amor e Esperança, com apresentações artísticas ao vivo no Instagram da TV Gazeta

TERÇA – 14 de abril
6h00 – Bênção do dia, com Padre Renato, na TV Gazeta
12h00 – Terço Mariano – no Instagram e Facebook do Convento da Penha
13h00 – Exibição do Programa Salve Mãe das Alegrias, ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
15h00 – Missa ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
19h30 – Terceiro dia do Oitavário – Missa, ao vivo no G1/ES e no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
20h30 – Festival Amor e Esperança, com apresentações artísticas ao vivo no Instagram da TV Gazeta

QUARTA – 15 de abril
6h00 – Bênção do dia, com Padre Renato, na TV Gazeta
12h00 – Terço Mariano – no Instagram e Facebook do Convento da Penha
13h00 – Exibição do Programa Salve Mãe das Alegrias, ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
15h00 – Missa ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
19h30 – Quarto dia do Oitavário – Missa, ao vivo no G1/ES e no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
20h30 – Festival Amor e Esperança, com apresentações artísticas ao vivo no Instagram da TV Gazeta

QUINTA – 16 de abril
6h00 – Bênção do dia, com Padre Renato, na TV Gazeta
12h00 – Terço Mariano – no Instagram e Facebook do Convento da Penha
13h00 – Exibição do Programa Salve Mãe das Alegrias, ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
15h00 – Missa ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
19h30 – Quinto dia do Oitavário – Missa, ao vivo no G1/ES e no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
20h30 – Festival Amor e Esperança, com apresentações artísticas ao vivo no Instagram da TV Gazeta

SEXTA – 17 de abril
6h00 – Bênção do dia, com Padre Renato, na TV Gazeta
12h00 – Terço Mariano – no Instagram e Facebook do Convento da Penha
13h00 – Exibição do Programa Salve Mãe das Alegrias, ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
15h00 – Missa ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
19h30 – Sexto dia do Oitavário, ao vivo no G1/ES e no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
20h30 – Festival Amor e Esperança, com apresentações artísticas ao vivo no Instagram da TV Gazeta

SÁBADO – 18 de abril
10h00 – Exibição do Programa Salve Mãe das Alegrias, ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
12h00 – Missa ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
13h00 – Continuaçao de exibição do Programa Salve Mãe das Alegrias, ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
17h00 – Sétimo dia do Oitavário – Missa, ao vivo no G1/ES e no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
20h00 – Romaria das Famílias, ao vivo no G1/ES e nas redes do Convento da Penha
22h00 – Festival Amor e Esperança, com apresentações artísticas ao vivo no G1-ES

DOMINGO – 19 de abril
9h00 – Missa ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
10h00 – Exibição do Programa Salve Mãe das Alegrias ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
17h00 – Oitavo dia do Oitavário – Missa, ao vivo no G1/ES e no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
18h00 – Homenagem a Romaria das Mulheres com atração artística no Instagram, Facebook e YouTube do Convento da Penha
19h00 – Festival Amor e Esperança, com apresentações artísticas ao vivo no Instagram da TV Gazeta

SEGUNDA – 20 de abril – DIA DA PADROEIRA DO ESPÍRITO SANTO
6h00 – Alvorada com toque de sinos, ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
9h00 – Missa, com transmissão ao vivo no Instagram, Facebook e YouTube do Convento da Penha
10h00 – Exibição do Programa Salve Mãe das Alegrias, ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
12h00 – Missa com o Padre Reginaldo Manzotti, ao vivo no Instagram, Facebook e YouTube do Convento da Penha e também na Rádio América, TVE e TV Evangelizar
15h00 – Consagração à Nossa Senhora, ao vivo no Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
17h00 – Missa de Encerramento – ao vivo na TV Gazeta e G1/ES, além do Instagram, Facebook e Canal do YouTube do Convento da Penha
18h00 – Festival Amor e Esperança, com apresentações artísticas ao vivo no Instagram da TV Gazeta

Selo comemorativo marca os 450 anos da festa

Este ano, a maior manifestação religiosa do Espírito Santo e uma das mais representativas do Brasil completa 450 Anos de existência. Um marco que é motivo de orgulho para todos os capixabas, já que a homenagem à Virgem está associada à identidade, cultura e história do Estado. Para registrar essa data emblemática, foi criado um selo comemorativo.

O Selo está estampado nas peças alusivas à Festa, como camisas, terços, canecas e até selo postal, em uma parceria realizada junto aos Correios. Também ilustra as peças de divulgação produzidas para realização da edição virtual da homenagem à Mãe das Alegrias.

O símbolo foi lançado em setembro do ano passado e remete ao Santo Rosário, fiel companheiro das preces e caminhadas dos devotos e que representa a união, fé e devoção dos capixabas.

Na fé cristã, o Santo Rosário é considerado a oração perfeita. Com ele, o fiel reflete sobre os mistérios de gozo, dor, glória e luz de Jesus e Maria. A oração, em casa ou na igreja, a qualquer hora do dia, é um tempo de paz e serenidade, que distrai das preocupações diárias. É um momento de intimidade com a Misericórdia Divina.

Com o Rosário, os católicos meditam sobre a peregrinação que Jesus fez por este mundo, unidos pelo fio da fé. Sem a fé, os dias de nossa vida seriam um amontoado de contas perdidas no chão, como acontece com as contas do terço quando se quebra o fio que as mantém unidas.

Homenagem à Santa no ES começou nos tempos de Frei Pedro Palácios

A manifestação espontânea e cercada de fé deu início à Festa da Penha. Tudo começou no dia 30 de abril de 1570, quando houve celebração pela primeira vez no Espírito Santo em homenagem à Nossa Senhora da Penha. Era uma segunda-feira de Páscoa, ou seja, oitava de páscoa. Dois dias depois, 2 de maio do mesmo ano, falecia Frei Pedro Palácios na capelinha de São Francisco. O religioso foi encontrado morto, ajoelhado e encostado ao altar, o que rendeu homenagens de despedida.

Foi o franciscano, missionário e eremita Pedro Palácios que trouxe consigo uma tela pintada à óleo, representando a Virgem Maria com o Menino, intitulada Nossa Senhora das Alegrias. Isso foi em 1558. Já em 1573, três anos depois da primeira celebração do que hoje seria a Festa da Penha, um naufrágio quase vitimou vários padres que estavam em uma embarcação no Espírito Santo. Os sobreviventes foram acolhidos pela população. Como gratidão ao milagre recebido, os padres resolveram fazer uma homenagem à Nossa Senhora da Penha. Eles também ajudaram na construção de uma nova igreja na capitania.

“Há 450 anos teve início em nossas terras a devoção à Nossa Senhora das Alegrias, também conhecida como Nossa Senhora da Penha. Hoje somos a maior festa religiosa do Espírito Santo e uma das maiores do País. São séculos de fé e a devoção do povo à Nossa Senhora, que vela por nós do alto da montanha. Tudo isso reforça ainda mais a importância da presença da Igreja e do seu papel na evangelização, e em especial dos franciscanos, trazendo os valores da fé, da ética cristã e da cultura local”, destaca o guardião do Convento da Penha, Frei Paulo Pereira.

Fonte: Convento da Penha

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

AGENDA PAROQUIAL 2020