Paróquia em Ação Sem categoria

14° Domingo do Tempo Comum: “Os irmãos de Jesus”

A Igreja sempre ensinou que Jesus é filho único de Maria. Os que gostam de reduzir Maria a uma mulher corriqueira, se agarram a esta e a outras passagens (Mc 3,31-35; Lc 8,19; Mt 12,46). Já Santo Agostinho (354-430) teve de responder a esta questão, e escreveu: “A Escritura não costuma chamar ‘irmãos’ apenas aos nascidos dos mesmos pais, ou da mesma mãe, ou do mesmo pai embora de mães diferentes, ou os que têm o mesmo grau de parentesco, como os primos-irmãos por parte de pai ou de mãe. Só quem não conhece o linguajar da Escritura pode escandalizar-se e dizer: Como pode o Senhor ter irmãos? Eram os parentes de Maria, em todos os graus. Como provar isso? Sempre com a Escritura. Lot é chamado irmão de Abraão, embora fosse filho de um irmão dele (Gn 13,8; 14,14). Ledes que Abraão era tio paterno de Lot, e, no entanto, a Escritura chama os dois de irmãos. Da mesma maneira Jacó tinha um tio chamado Labão, que era irmão de Rebeca, mãe de Jacó, esposa de Isaac (Gn 28,2). Lede a Escritura e vereis que o tio e o sobrinho são chamados irmãos (Gn 29,15). Todos os parentes de Maria, portanto, eram irmãos do Senhor!”

Frei Clarêncio Neotti, OFM

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

AGENDA PAROQUIAL 2020

Facebook