Comunidades Galeria de Fotos Paróquia em Ação

2º dia da Novena de Pentecostes: “Espírito de Alegria”

No segundo dia da novena de Pentecostes nos reunimos para celebrar com o tema “Alegrem-se” (Mt, 28 – 9a). A Santa Missa encheu nossos corações de paz, harmonia e um forte ardor cristão.

Com a participação de frei Clarêncio, de frei Nazareno, do diácono Campelo e do nosso pároco Frei Djalmo, a missa foi presidida por frei Florival, que iniciou convocando a assembleia para, em espírito de alegria, invocar a Trindade Santa.

A celebração neste segundo dia foi organizada pelos jovens da paróquia e, como de costume, teve a participação de pessoas que fazem a tradução em libras para quem tem deficiência auditiva.

Frei Florival relembrou o tema do primeiro dia da novena reforçando a necessidade de nos amarmos uns aos outros e deixarmos o Espírito Santo de Deus renovar nossa alegria. Logo após deu-se o ascendimento da segunda vela, enquanto o frei proclamava: “Vem Espírito Santo, espírito de alegria que enche a nossa casa com teu amor.”

Após o momento de louvor, o frei salientou a importância da juventude nas comunidades e pediu a benção para o “Encontro Nacional da Juventude Franciscana”, que será realizado no mês de julho em nossa paróquia. “Coloquemos diante de Deus a vocação de servir ao reino de Deus e a nossa Igreja”, disse ele.

As leituras e o Evangelho relataram a ascensão do Senhor que volta ao Pai, deixando aos discípulos e a cada um de nós a missão de ir pelo mundo inteiro e anunciar o Evangelho a toda criatura.

“Alegre o teu coração, alegre a tua alma”. Assim Frei Florival iniciou sua homilia pedindo para que deixemos que o espírito da alegria seja nossa força na caminhada. Relembrou o pedido de Jesus aos discípulos: “Ide pelo mundo, anunciai o Evangelho a toda criatura batizando em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.”

O chamado de Deus ao serviço é motivo de grande alegria para nós, precisamos deixar que esse espírito de alegria atue em nossa vida. Este espírito é o modo com que Cristo age em nós, para que possamos viver como Ele quer.

“Para não perder este espírito de alegria, precisamos da oração. A verdadeira alegria provém do relacionamento espiritual com Deus que deve ser cada dia cultivado”, disse o frei.

Outro ponto ressaltado por ele foi que a comunhão gera alegria. Se não houver comunhão entre as pessoas, não há alegria. Viver em comunhão é o que Cristo nos pede: “Quando estamos entre pessoas que vivem em comunhão, a benção de Deus acontece. O frei destacou também que “a dedicação em servir ressalta a alegria. Fazer o bem traz alegria. A confiança em Deus gera alegria, e esta confiança passa pela escuta de Sua palavra”. Ele finalizou, ainda, afirmando: “DEUS É NOSSA MAIOR ALEGRIA.”

Após a missa, houve o show musical “Minha Alegria” conduzido por Frei Florival, com participação do frei Leandro e outros cantores da paróquia.

 

 

AGENDA PAROQUIAL 2020

Facebook