Paróquia em Ação

Conteúdo inesgotável

Quem se aproxima sempre de novo das bem-aventuranças de Jesus percebe que seu conteúdo é inesgotável. Sempre surgem novas ressonâncias. Sempre encontramos nelas uma luz diferente para o momento que estamos vivendo. Assim “ressoam” hoje para mim as palavras de Jesus:

Felizes os que têm espírito de pobre, os que sabem viver com pouco. Estes terão menos problemas, estarão mais atentos aos necessitados e viverão com mais liberdade. O dia em que chegarmos a entender isto seremos mais humanos.

Felizes os mansos, os que esvaziam seu coração de violência e agressividade. Estes são uma dádiva para o nosso mundo violento. Quando todos agirmos assim, poderemos conviver em verdadeira paz.

Felizes os que choram ao ver os outros sofrer. São pessoas boas. Com elas se pode construir um mundo mais fraterno e solidário.

Felizes os que têm fome e sede de justiça, os que não perderam o desejo de ser mais justos, nem a vontade de construir uma sociedade mais digna. Neles sobrevive o melhor do espírito humano.

Felizes os misericordiosos, os que sabem perdoar do fundo do seu coração. Só Deus conhece sua luta interior e sua grandeza. Eles são os que podem melhor nos aproximar da reconciliação.

Felizes os que mantêm seu coração limpo de ódios, falsidades e interesses ambíguos. Neles se pode confiar para construir o futuro.

Felizes os que trabalham pela paz com paciência e com fé, sem desanimar diante dos obstáculos e dificuldades, buscando sempre o bem de todos. Precisamos deles para reconstruir a convivência.

Felizes os que são perseguidos porque agem com justiça e respondem com mansidão às injustiças e ofensas. Eles nos ajudam a vencer o mal com o bem.

Felizes os que são insultados, perseguidos e caluniados porque seguem fielmente a trajetória de Jesus. Seu sofrimento não se perderá inutilmente.

No entanto, deformaríamos o sentido destas bem-aventuranças, se não acrescentássemos algo que é sublinhado em cada uma delas. Com belas expressões, Jesus coloca Deus diante de seus olhos como garantia última da felicidade humana. Aqueles que vivem inspirando-se neste programa de vida, “serão consolados”, “ficarão saciados de justiça”, “alcançarão misericórdia”, “verão a Deus” e desfrutarão eternamente em seu reino.

Texto extraído do livro “O Caminho Aberto por Jesus”, de José Antonio Pagola, Editora Vozes

Fonte: franciscanos.org.br

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

AGENDA PAROQUIAL 2020