Comunidades Paróquia em Ação Santuário Divino Espírito Santo

7º Dia da Novena de Pentecostes – O Sacramento da Ordem

E avançamos na Novena rumo ao grande dia em que celebraremos o Divino Espírito Santo.

Acolhemos a procissão de entrada, com o Celebrante da noite, nosso Pároco Frei Djalmo Fuck, Frei Nazareno, Frei Matheus, Diácono Carlos, Ministros, Acólitos e Coroinhas.

No momento de Ação de Graças, para surpresa de todos eis que entra na igreja trazendo a 7ª vela da Novena, que hoje nos ensina sobre o Sacramento da Ordem.

Na homilia Frei Djalmo ressalta que somos comunidade nascida na força do Espírito Santo.  Nessa noite vamos refletir sobre o Sacramento da Ordem.  “Somos homens de Deus, mas também humanos, divindade e humanidade envolvem esse Sacramento na perfeita harmonia para realização perfeita daqueles que ordenam a serviço de Deus”.   Os Ministros Ordenados possuem a dádiva de Deus, porque seu Ministério é desdobrado em conduta, serviço, vivências e posturas. É a concretização do amor de Deus.  Os Ministros Ordenados, são discípulos missionários seguidores do povo de Deus e sustentados pela continua busca de santidade divina.  Eles são facilitados desse indispensável encontro com o Cristo vivo, levando todos os homens ao conhecimento e sabedoria.  O Ministro Ordenado é uma verdadeira mediação salvífica, por isso estamos refletindo com o Espírito Santo e o Sacramento da Ordem.  Os Ministros Ordenados é um segmento de totalidade sem meias medidas,  impressos em termos de pobreza, generosidade e entrega.  A cada dia, o Bispo, o Padre e o Diácono buscam moldar suas atitudes à semelhança do Bom Pastor.  A um só pastor: nosso Senhor Jesus Cristo.  São convidados a serem pastores como o Bom Pastor.  Não anunciam a eles mesmo, mas apontam a um Pastor maior.  Cristo é o Pastor.  É a Ele que anunciamos.  Muitas vezes exigem sacrifício da própria vontade e da própria vida.  Pouco a pouco o Senhor vai formando e experimentando a alegria em servir à Igreja.  Um dos segredos do pastoreio é amar ao povo de Deus e como Cristo, dar a vida ao próprio povo.  Quanto mais estiverem empenhado nessa missão, mais o coração estará imerso em Deus. O Ministro Ordenado é verdadeiramente um homem de Deus.  Sobretudo na Comunidade que é pastoreada por esses Ministros.  O Ministro Ordenado conserva em tudo a sua humanidade, contudo guardando as características do ser humano.  É um homem em construção que sente alegria no que faz, porém também se cansam e adoecem.  Então precisam de ajuda, não são super-homens com soluções para todos os problemas.  São seres humanos que precisam de cuidado e uma particular atenção do povo de Deus, para que sejam pontes e não obstáculos.  Devem espelhar em Cristo também no sofrimento.  São seres humanos, porém falham e erram.  Contudo aprendem a ser misericordiosos e companheiros.  As pessoas não devem esperar que sejam perfeitos, porém humanos e prestativos.

“Eis que somos, uma comunidade que não é capaz de transformar a humanidade. Cristo não negou a humanidade, mas a planificou”, afirmou Frei Djalmo.

Chamou a todos para rezarem pelos Padres e Diáconos.  Que sejamos agradecidos pelos serviços, que sejamos caridosos e respeitosos.  Não exijamos e nem esperamos deles aquilo que não podem dar.  São de Deus envolvidos em caridade.

No momento final, fizemos um momento de silêncio e pedimos a intercessão de Nossa Senhora por aqueles Padres que não estão mais na terra.

Na sequência uma breve homenagem a todos os Sacerdotes e Diáconos, quando irmãos de nossa Comunidade entregaram flores aos Freis e Diácono presentes.

EVENTOS

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 
 « ‹jun 2019› »