Sem categoria

8º Domingo do Tempo Comum: “Olhar como Jesus olhou”

Estamos ainda no Sermão da Planície. Na primeira parte vimos as Bem-aventuranças acompanhadas dos respectivos ‘ais’. Na segunda parte, que lemos no domingo passado, vimos que devemos amar como Deus ama e amar porque Deus ama. Hoje lemos uma parte da conclusão do sermão, que consta de três comparações, que Lucas chama de ‘parábolas’ (v. 39). Duas parábolas têm como comparação o olho. O primeiro ‘olho’ está ligado ao que vem dito antes e ao que vem dito depois. Antes, Jesus ensinara: Não julgueis, não condeneis, absolvei, dai (Lc 6,37-38). Dois verbos em forma negativa e dois em forma positiva. Ao ‘julgar’ corresponde o ‘absolver’. Ao ‘condenar’ corresponde o ‘dar’. O que vem depois (v. 40) diz respeito ao discípulo que deve ser como o mestre. A lição de Jesus: olhar Jesus, reconhecê-lo como Mestre e modelo, contemplar a sua misericórdia. Olhando Jesus, nosso olho se ilumina. Aprenderemos com ele a não julgar ninguém nem mesmo aqueles que com toda evidência são culpados. O dever do discípulo é ser perfeito como o mestre, é ver pessoas e fatos com os olhos de Jesus-misericórdia.

Frei Clarêncio Neotti, OFM

EVENTOS

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹mar 2019› »