Artigos

Festa da Sagrada Família: “Uma família normal”

Estamos ainda na semana do Natal e a Liturgia nos leva a Nazaré, para encontrar a singular família de José, Maria e Jesus. No dia de Natal, todas as atenções estiveram voltadas para o mistério do Menino. A festa de hoje nos quer lembrar que o Filho de Deus, tornado criança, tem uma família, tem um ambiente histórico e social. Também ele teve necessidade de afeto e de cuidados. Como Jesus assumiu em tudo a condição humana, também ele viveu uma vida normal como todas as crianças. A festa também nos lembra que devemos buscar na família de Jesus o espelho para todas as famílias que creem no Cristo Filho de Deus Salvador. No dia-a-dia da família de José nada aconteceu de anormal. Aliás, a normalidade caracteriza esse lar. Não há milagres ou curas, não há pregações especiais, não há povo correndo para ver e admirar o menino, o adolescente, o moço Jesus, que assume a profissão do pai adotivo e trabalha como carpinteiro. Uma profissão, é verdade, que fica bem em Jesus, porque ela lembra construção, e Cristo será o construtor do Reino de Deus na terra. Uma família normal, que vive do trabalho, nem rica nem miserável.

Frei Clarêncio Neotti, OFM30

EVENTOS

DomSegTerQuaQuiSexSab
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹mar 2019› »