Carisma Franciscano Espiritualidade Franciscana Igreja pelo Mundo Vocacional

Tudo pronto para o Capítulo Provincial

Agudos (SP) – Começam nesta terça-feira, 13 de novembro, as atividades do Capítulo Provincial da Província Franciscana da Imaculada Conceição, a assembleia que vai reunir 134 frades no Seminário Santo Antônio, em Agudos (SP), de 12 a 21 de novembro. Esta assembleia vai definir a vida e a ação evangelizadora dos frades nos próximos três anos e também elegerá o novo governo provincial. Segundo o Visitador Geral e presidente do Capítulo, Frei Miguel Kleinhans, será também um momento celebrativo em que os frades estarão reunidos sob o tema central: “Minoridade Franciscana: lugar de encontro e comunhão”.

Esse momento especial na vida da Província, reúne frades que atuam nos cinco estados no território da Província: Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Santa Catarina e da Fundação Imaculada Mãe de Deus de Angola. Alguns frades não se veem há muito tempo, outros terão a oportunidade de se conhecerem durante o Capítulo.

Frei Pedro Pinheiro

No Seminário de Agudos foi dia de acertar os últimos detalhes para a grande assembleia. Na colossal casa de encontros da Província, internamente a preocupação é com a hospedagem de 140 pessoas evolvidas no evento. Do lado de fora, os funcionários deixam os jardins impecáveis, sempre com a supervisão do guardião Frei James Neto, que não para um minuto. Cuida de todos os detalhes para que os frades encontrem um bom ambiente nesses dias. Já o secretário Frei Walter de Carvalho Júnior prerapa a Sala Capitular São Francisco, onde os trabalhos serão intensos até o dia 21 de novembro. O artista plástico Frei Pedro Pinheiro cuidou da ornamentação da sala, do refeitório e da capela. Na Sala Capitular, Nossa Senhora do Acolhimento, imagem esculpida por Frei Pedro, espera os frades.

O PRIMEIRO DIA

O Capítulo será aberto na Celebração Eucarística às 8 horas. Às 9h30, na Sala Capitular, terão início os trabalhos com a instalação do Capítulo. Às 10 horas, os frades iniciarão o retiro e o frade capuchinho gaúcho, Frei Vanildo Zugno, conduzirá esse momento reflexivo. Frei Vanildo, graduado em Filosofia (UCPEL – Pelotas) e Teologia (ESTEF – Porto Alegre), mestre em Teologia (Université Catholique de Lyon – França), doutor em Teologia, é professor de Teologia na ESTEF e no UNILASALLE (Canoas) e na EST (São Leopoldo). O retiro terminará com a Celebração Penitencial às 20h30.

Para o Visitador, que será o presidente do Capítulo, sua expectativa é que a assembleia capitular ocorra no espírito de diálogo que vem sendo construído há um ano com a preparação para o Capítulo. “Espero uma assembleia festiva, celebrativa e fraterna, que traga muito proveito para o povo de Deus confiado a esta Fraternidade Provincial”, desejou Frei Miguel.

Segundo o Visitador, outras reflexões virão a partir dos relatórios do Ministro Provincial e do seu relatório. “O meu relatório vai ser elaborado, sobretudo, a partir das visitas e dos meus contatos, conversas, com cada irmão nas fraternidades”, explicou. Segundo o presidente do Capítulo, os capitulares poderão aprofundar os temas abordados em grupos e dar os encaminhamentos necessários.

Para Frei Miguel, o Capítulo é um acontecimento fraterno e que, pelos Estatutos Gerais, é uma assembleia que indica a direção da vida e da missão dos irmãos na Província, ou como dizem as Constituições Gerais, uma assembleia que tem o dever de analisar o estado atual da vida e da atividade dos irmãos da Província.

Embora compete a Frei Miguel presidir o Capítulo, é humanamente impossível para ele cuidar de tudo. Para isso, há a Comissão Preparatória, que pensou no tema, em todos os detalhes, na programação, na logística e na agenda que já foi aprovada pelo Definitório Provincial na última reunião, mas ainda será apresentada para o aval dos capitulares no início do Capítulo. “A preparação para o Capítulo aconteceu em todas as Fraternidades da Província. Os frades estudaram os documentos da Igreja e da Ordem e uma Comissão sintetizou os resultados das discussões (Instrumentum Laboris). A assembleia capitular mesmo vai se iniciar com um retiro. Em seguida, seguirão vários relatórios avaliativos, o estudo do Instrumentum Laboris, a discussão sobre as prioridades da Província e as eleições para o futuro governo da Província”, resumiu.

Frei Miguel foi nomeado Visitador pelo Ministro Geral, Frei Michael Perry, em janeiro último. Desde 1º de fevereiro, ele iniciou seu tempo de visitação canônica às Fraternidades da Província. “A visita canônica foi um momento muito fraterno. Encontrei um diálogo aberto sobre os desafios da Província hoje, sobre as perspectivas da evangelização, sobre a formação missionária, sobre o importante impulso da espiritualidade e sobre a sustentabilidade de nossa forma de vida. Para mim, a visita canônica foi uma escola de vida franciscana e uma aprendizagem profunda na formação permanente”, revelou o frade, que no início dos trabalhos sofreu um AVC quando visitava a Fraternidade de Concórdia (SC). “Durante estes dias meditei muito sobre a vida e também sobre o fato de que nossa vida, de repente, pode ter um fim. No momento, me sinto bem recuperado e agradeço aos meus médicos e pela ajuda rápida que recebi dos frades”, acrescentou.

AS ELEIÇÕES
Segundo a agenda do Capítulo que já foi aprovada pelo Definitório, mas ainda será submetida à assembleia capitular, a eleição para Ministro Provincial será no dia 17 de novembro, um sábado. Para esta eleição, seguiu-se o seguinte ritual. Primeiro, houve uma sondagem e, na sequência, um escrutínio, que apontou dez nomes para serem enviados à Cúria Geral em Roma. Destes, foram homologados, pelo Ministro Geral e seu Definitório, cinco nomes que constarão nas cédulas em Agudos. Para ser eleito, um dos nomes deverá receber maioria absoluta – metade mais um – dos votos de todos os frades com direito a votar. Caso contrário, naquela noite, será feita nova eleição segundo as orientações dos Estatutos da Província. O novo Ministro tomará posse no dia 18 de novembro. No dia 17 ainda será feita uma prévia para Vigário Provincial e Definidores. A eleição, contudo, acontecerá na segunda-feira, dia 19 de novembro. O novo governo tomará posse na Celebração Eucarística do dia 21.

A função de Ministro Provincial e Vigário é eletiva para seis anos (podem ser reeleitos para mais um triênio). Os Definidores, contudo, são eleitos para um triênio e podem ser reeleitos por dois triênios.

Nos Estatutos da Província, todos os frades professos solenes são capitulares. Há aqueles frades que têm responsabilidades ou encargos, como os guardiães, os definidores etc, que, por dever de ofício, devem participar e os outros que se inscrevem livremente. Em si, todos os frades de profissão solene podem participar do Capítulo, mas nem todos vão participar deste. Um total de 133 inscritos estarão em Agudos.

Fonte e mais notícias sobre o Capítulo: Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil – OFM