Galeria de Fotos Igreja pelo Mundo Paróquia em Ação

Perdão de Assis, momento de reconciliação

Na noite do dia 3, a Paróquia Nossa Senhora do Rosário juntamente com o Convento da Penha, celebraram o Perdão de Assis. Apesar do tempo chuvoso, os fiéis compareceram e subiram rezando, cantando para celebrar aos pés da Virgem da Penha, o perdão de Deus.

A concentração começou tímida, mas aos poucos a praça da Igreja do Rosário já se aglomerava com os muitos fiéis que tradicionalmente participam dessa celebração. Após a acolhida e fala do Pároco Frei Djalmo Fuck e da admoestação do Guardião do Convento Frei Paulo Roberto Pereira, todos se dirigiram rumo ao Convento. Com corações piedosos e fiéis, os fiéis intercalavam as mãos ora com o guarda-chuva, ora com a vela, símbolo da fé.

Ao chegar ao convento, houve um pequeno teatro. Todos rezaram com a ajuda da encenação de um episódio que remetia à vida de São Francisco, ligada ao surgimento do Perdão de Assis. Após a pequena encenação, Frei Clarêncio Neotti, admoestou os presentes, dizendo: “A reconciliação é a condição de vida para experimentar o amor de Deus; e garantia para passar pelas portas que dá acesso aos céus. A mesma porta que entrou o ladrão arrependido do Calvário”. Reconciliar-se com consigo mesmo, com os irmãos, com as criaturas e com Deus, reforçou o frei.

E assim celebrou-se mais a misericórdia de Deus, lembrando no Convento a Senhora dos Anjos e da Porciúncula. Celebração essa que é genuinamente franciscana e que na cidade de Vila Velha já pode ser considerada como sendo uma piedosa tradição.

Após a reflexão houve a partilha dos pães. Momento de partilha do material e também da alegria de ser perdoado. Banhados com as chuvas derramadas dos céus, todos celebraram o perdão de Deus que purifica e lava todos os que com sinceridade recorrem a Deus, confiando em seu perdão.